Sua empresa também precisa de freelancers?

Obter o crescimento de uma companhia é uma manobra que exige conhecimento e a busca contínua por estratégias, a gig economy tem se mostrado uma solução eficiente estrutural e financeiramente. Contar com profissional autônomo é uma maneira de ter um serviço de qualidade sem que sejam necessários os encargos trabalhistas da CLT.

Trabalhos específicos demandam conhecimento, que para muitos pode custar um alto preço, mas não para quem busca por um profissional freelancer. Por isso, a gig economy tem um crescimento, onde os profissionais realizam serviços individualizados que ajudam na evolução da empresa. Se ainda tem dúvidas sobre esse tipo de trabalho e não sabe quando recorrer a ele, confira algumas dicas que irão te ajudar:

Quando existe uma função muito específica

Algumas funções precisam de um colaborador com conhecimento específico, mas nem sempre são contínuas dentro de uma companhia. Em um exemplo básico, uma indústria precisa de um químico para idealizar fórmulas, mas elas devem ser prescritas uma única vez, economicamente é muito mais simples e assertivo procurar um freelancer. 

O contratado vai realizar a função sem vínculo empregatício e com toda a maestria que lhe cabe.

Grande parte das pessoas com especialização bastante nichada oferecem seus serviços de maneira autônoma, para ter um horário mais flexível e contar com outros benefícios da modalidade.

Necessidade de máxima qualidade

Cada novo projeto de um freelancer é uma chance de mostrar seus conhecimentos e dar o melhor, para enriquecer seu portfólio e satisfazer os cliente, ainda mais os que atuam com mediação de agências. 

Além disso, o foco é total em cumprir a jornada estipulada e concluir da melhor maneira, bastante diferente de um funcionário registrado que oscila a qualidade em cada projeto.

Rapidez na entrega

Os funcionários costumam ter diversas funções dentro da empresa, que dificultam o foco em um projeto específico. 

Já a opção pela gig economy faz com que uma pessoa possa focar plenamente no serviço necessário, realizando com concentração e mais rapidez. Se a empresa precisa de uma solução rápida, a maneira mais fácil é contratar o freelancer.

Como consequência, os colaboradores fixos podem focar nas outras demandas e otimizar o tempo de trabalho, tirando o excesso de funções de seu encargo. Enquanto o especialista está comprometido em entregar dentro do prazo.

Dificuldade com a seleção

Uma dificuldade recorrente em diversas companhias, é a contratação. A seleção e escolha de um profissional é uma tarefa complicada e exige conhecimento, um trabalho que é evitado com o freelancer que atua com agência. 

Para obter alguém que atenda toda a sua expectativa, basta entrar em contato com uma plataforma que atue com gig economy, passar suas necessidades e aguardar a indicação.

Agora que entende o impacto da gig economy para sua empresa e alguns dos pontos que mostram quando é preciso recorrer a um freelancer, aproveite a modalidade e veja o crescimento surgir.

Gostou do conteúdo? Então, compartilhe as dicas com seus colegas e amigos de profissão, e mostre essa nova demanda de mercado como uma solução para vários problemas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *