Redução de custos para RH: 5 passos para programar ainda esta semana

Em épocas de crise é preciso tomar medidas para manter o oxigênio do negócio. Uma das maneiras de fazer isso é com a redução de custos para RH. Essa estratégia é essencial para garantir bons resultados, mesmo em situações que parecem completamente desfavoráveis.


A área de Recursos Humanos trata com o grande ativo que faz toda a engrenagem empresarial girar: as pessoas. Por isso, ao fazer esse corte, é preciso ter consciência para não prejudicar os profissionais que estão diretamente ligados ao serviço e aos produtos de uma instituição.

Então, vamos conversar sobre como melhorar a gestão de pessoal, de uma forma equilibrada e justa para todos.

5 formas de fazer a redução de custos para RH

Em primeiro lugar, para que essas ações para reduzir custos deem resultado é preciso usar a transparência. Afinal, ser objetivo com os funcionários garante que fique claro que as ações são tomadas para o crescimento geral da empresa.

Nesse caso, é essencial explicar que o trabalho de cada um é imprescindível para ter um ambiente saudável, mas que medidas preventivas precisam ser realizadas para o bem maior da corporação. Recomendo cinco atitudes básicas para começar esse movimento.

1. Avalie os custos de RH da empresa

Para saber o melhor passo a tomar, é importante entender o ponto de partida. Ou seja, como está a empresa no momento. Portanto, comece avaliando os custos da área de Recursos Humanos durante os últimos 12 meses.

Inclua: salário, férias, viagens, benefícios, desligamentos e tudo que entrou no orçamento do negócio. Com esses dados em mãos, as próximas decisões podem ser feitas com base em resultados. Algumas medidas podem ser: rever contratos de fornecedores, contratar profissionais freelancers, implantar atos para diminuir o turnover etc.

2. Automatize os processos empresariais

A automação de processos é uma opção para reduzir o desgaste e o tempo de trabalho manual. Uma sugestão é usar softwares para cálculos rescisórios, gerenciar a folha de pagamento e outros procedimentos mais burocráticos do RH.

Isso dinamiza o setor e minimiza erros ou fraudes. Já para os processos seletivos, também há formas de agilizar essa demanda. Para isso, é possível fazer a gestão de etapas da seletiva de forma digital, indo da triagem dos melhores talentos até o contato com os participantes. Fora isso, automatizar também diminui o retrabalho.

3. Monte um comitê de colaboradores

Antes de iniciar suas medidas, o ideal é escutar o que os colaboradores têm para dizer. Entenda como a redução de custos para RH pode afetar diretamente cada um. Ao incluir a equipe na ação, é mais fácil gerar engajamento e evitar a resistência. Isso pode ser feito com uma pesquisa entre todos, por exemplo.

Nesse contexto, o sentimento de pertencer precisa ser reforçado e destacar quais atitudes eles acreditam que podem ser usadas para cortar despesas. Ao ver os resultados da avaliação, é necessário que isso não fique apenas na teoria. Então, aplicar as medidas que forem possíveis também faz parte de uma mudança bem-sucedida.

4. Otimize o tempo em serviço

Ter reuniões que são extremamente necessárias deve ser parte da cultura do negócio. Nessas ocasiões, ainda é fundamental que sejam pontuais, com uma pauta definida e hora para terminar. Afinal, reuniões úteis também são formas de reduzir despesas.

Já as horas extras devem acontecer apenas em casos urgentes, com a aprovação prévia do gestor da equipe. Outra forma de agir é realizar um acordo com o sindicato para que as horas a mais sejam compensadas com dias de folga, se possível.

5. Opte pela Gig Economy

Provavelmente esse termo pareça algo complexo, mas existe há muitos anos. A Gig Economy é conhecida como contratação independente, ou trabalho freelancer. Alguns exemplos são: Uber, Ifood, Rappi e nosso negócio, a Closeer.
A ideia aqui é proporcionar uma economia ao complementar a equipe com funcionários adicionais em tempos de grandes demandas. Logo, para noites de final de semana, festas ou feriados é possível contar com ajuda extra, mas sem todos os encargos trabalhistas.
A Closeer trabalha exatamente conectando profissionais autônomos e gestores de estabelecimentos que precisam de pessoal em períodos específicos.
Adotar essa forma de contratação está cada vez mais popular no Brasil e já formava ⅓ da força de trabalho nos EUA apenas em 2019. Com certeza, é uma das melhores práticas para a diminuição de gastos em Recursos Humanos.
Então, seguindo essas ideias iniciais, fazer a redução de custos para RH será fácil e muito mais lucrativo para a sua empresa.
O que você acha dessas medidas? Vamos continuar conversando nos comentários para saber formas eficientes para a gestão de um negócio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *